Vergonha da Câmara de Itaboraí

0 0

Câmara de ItaboraíOs trabalhos legislativos em Itaboraí começaram muito mal, aliás, não começaram!

Com uma manobra lamentável, chula, totalmente incompatível com o parlamento municipal, foi sabotada a energia elétrica da Câmara afim de que fosse suspensa a sessão.
Esse evento, que mancha o legislativo itaboraiense, tem como objetivo impedir a citação judicial para que nova eleição seja feita.
Segundo um vereador que não quis ser identificado: “deve-se apurar severamente essa sabotagem, até porque é um patrimônio público que foi danificado. E comprovada a participação de algum vereador, esse deve responder e pode até ser cassado por quebra do decoro parlamentar.”

ENTENDA O CASO
Em 1o. de janeiro, após a posse dos vereadores, aconteceu a eleição para a presidência da Câmara. Quando foi registrar a sua chapa o vereador Alzenir Santana, que tinha a maioria dos votos, foi impedido de concorrer em razão de uma suposta alteração do regimento interno da Casa. Essa mudança, que até então ninguém nunca havia ouvido falar, impedia que um vereador que já tinha exercido por 2 vezes a presidência pudesse concorrer novamente. Uma estratégia feita unicamente para impedir o vereador Alzenir Santana.
Foi uma confusão e por fim, Alzenir e os outros 7 vereadores que o apoiavam se retiraram da cerimônia. Marcos Araújo foi eleito presidente com os 6 votos presentes.
Alegando que a mudança no regimento interno era inconstitucional e que não obedeceu os ritos obrigatórios, os 8 vereadores ingressaram na justiça e conseguiram anular a eleição.
Desse momento em diante estamos acompanhando uma sucessão de manobras para não receber a determinação judicial.

Leave A Reply

Your email address will not be published.