Em Niterói programa “Empresa Bacana” atende 4,3 mil pessoas

0 0

Um grande sucesso. Assim o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico de Niterói, Fabiano Gonçalves, definiu o “Empresa Bacana”, evento realizado pela Prefeitura Municipal em parceria com o Sebrae-RJ. Durante os seis dias foram realizados mais de 4,3 mil atendimentos; 550 empresas formalizadas e 380 recenciamentos de ambulantes, num grande esforço de toda Prefeitura unida e dedicando-se à população. Além das novas empresas, a cidade também ganhou a Sala do Empreendedor, que vai funcionar em no Shopping Bay Market, utilizando a mesma estrutura e oferecendo os mesmos serviços do “Empresa Bacana”.

“O evento superou nossas expectativas. Foi um grande sucesso de todos, mas principalmente dos novos empresários que ganharam a chance de uma nova vida. Ouvi muitos relatos e cheguei a me emocionar com alguns que agradeceram por estarem tendo a oportunidade de ter sua dignidade. Foi um esforço muito grande de todas as secretarias envolvidas para a realização de algo inédito em nossa cidade. Agora vamos colher os frutos desta iniciativa. A partir de maio teremos a Sala do Empreendedor, numa parceria com o Bay Market. Além disso, faremo

s um catálogo das empresas formalizadas durante o evento para a realização de rodadas de negócios”, ressaltou Fabiano Gonçalves, durante o encerramento.

O secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Waldeck Carneiro, representando o prefeito Rodrigo Neves, destacou o sucesso da parceria entre o poder público e o Sebrae e a importância do “Empresa Bacana” para Niterói.

“Fiz questão de comparecer e parabenizar a todos os envolvidos neste belíssimo evento, que é um verdadeiro case de sucesso. Niterói tem vocação para o sucesso e tem um povo empreendedor. É preciso que o poder público dê todo o apoio para que esta vocação se concretize. E foi o que acontecem aqui, em mais essa bem-sucedida parceria com o Sebrae”, afirmou Waldeck.

Américo Neto, gerente regional do Sebrae-RJ, disse que há muito tempo Niterói precisava de um evento como o “Empresa Bacana” e o acompanhamento técnico que será oferecido aos novos microempreendedores.

“Já há algum tempo o Sebrae desejava rea

lizar algo deste porte em Niterói. Conseguimos graças à parceria com todas as secretarias envolvidas, que mostraram um empenho extraordinário para que tudo desse certo. Demos o primeiro passo e agora o Sebrae estará oferecendo todo o suporte necessário para que estas novas empresas tenham sucesso, disponibilizando toda nossa estrutura técnica para isso”, salientou Américo.

Das empresas formalizadas, cerca de 60% empregam funcionários, o que vai formalizar cerca de mil empregos em Niterói. A experiência foi tão bem sucedida que representantes de outros municípios e até estados vieram conhecer como funcionou o “Empresa Bacana”.

Novos empresários – Quem aproveitou duplamente o “Empresa Bacana”  foi o orgulhoso João Araújo. Dono de um buffet, além de se formalizar durante o evento ele foi também o responsável pelo coquetel de encerramento.

“É muita alegria. Agora com o alvará poderei aumentar os negócios, emitir nota eletrônica e participar de licitações. Esperei muito por este momento e graças à Prefeitura de Niterói e ao Sebrae meu sonho começa a se realizar”, declarou.

A costureira Maria Jos

é Silva Ferreira, ou simplesmente Zezé, estava emocionada. Ela disse que há três anos vinha tentando se formalizar, mas só conseguiu através do “Empresa Bacana”.

“Estou emocionada. Agora poderei fazer negócio com grandes empresas e aumentar o faturamento da minha confecção. Tudo aqui foi maravilhoso, a educação das pessoas, o atendimento, o espaço confortável, tudo.  Agora saio daqui  posso falar que tenho minha empresa”, orgulhou-se Zezé.

Fonte: Marcelo Macedo Soares

Foto: Divulgação / SEDEN

 

Leave A Reply

Your email address will not be published.