Publicado em: seg, jul 15th, 2013

Niterói: Conferência Municipal de Promoção de Igualdade Racial aprova propostas para a Cidade

Fotos: Luciana Carneiro

Fotos: Luciana Carneiro

Após três dias de debates e reflexões sobre a questão do preconceito contra a população negra, a 3° Conferência Municipal de Promoção de Igualdade Racial terminou, neste domingo (14/07), com a aprovação de diversas propostas para o Plano Municipal de Promoção da Igualdade Racial. Entre elas, estão a criação de um museu da cultura negra e a capacitação de professores para o ensino da História da África nas escolas, em atendimento à Lei 10.639, de 2003, ainda não regulamentada na cidade.

Cerca de 150 pessoas participaram das atividades. Durante a conferência, foi eleito pela primeira vez o Conselho Municipal de Igualdade Racial, com 11 representantes do governo e 11 da sociedade civil. Na abertura das atividades, na sexta-feira, a secretária-executiva da Prefeitura de Niterói, Maria Célia Vasconcelos, destacou que a eleição deste grupo era o principal objetivo do evento. Ela afirmou ainda que, em seis meses, o atual governo tomou medidas importantes em benefício da população mais pobre e negra, como o programa Morar Melhor, que vai construir cinco mil moradias populares nos próximos quatro anos e também a inauguração de três Unidades Municipais de Educação Infantil (UMEIs).

“Queremos trazer a população mais pobre e negra uma situação nova, em que ela possa se mostrar em todos os lugares. Estamos fazendo um grande esforço para que a população negra tenha voz e condições de decidir o seu destino”, disse Maria Célia.

Este ano, o tema escolhido para a conferência foi “Democracia e desenvolvimento: por uma Niterói sem Racismo, um Estado e um Brasil afirmativo!”. O número de sugestões para a votação do conselho foi tão grande que a aprovação vai continuar na próxima quarta-feira (17/07), às 19h, no auditório da Fundação Municipal de Educação.

“O poder público está tendo um olhar diferenciado para as políticas de igualdade racial e os movimentos sociais. Trazer essas políticas à tona marca um momento novo para a cidade. Quando discutimos o direito das pessoas, tudo é muito importante”, disse a coordenadora de Políticas de Promoção daIgualdade Racial de Niterói, Tatiara Souza.

Fonte: Prefeitura de Niterói – Assessoria de Imprensa

Deixe um Comentário

XHTML: Você pode usar estas tags html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>