Esporte – LUTO: Morre Nílton Santos aos 88 anos, a Enciclopédia do Futebol

0 1

miltonsantos

Conleste Notícias nas Redes Sociais::

Clique Aqui e Curta o CN no facebook!

Clique Aqui e Siga o CN no Twitter!

O futebol brasileiro e mundial ficou mais pobre nesta quarta-feira, dia 27 de novembro. Nílton Santos, a Enciclopédia do Futebol, morreu no Rio de Janeiro, vítima de infecção respiratória, em uma clínica em Botafogo.

Carioca da Ilha do Governador, Nílton dos Santos nasceu em 16 de maio de 1925. Bicampeão mundial em 1958/1962, Nílton Santos disputou 86 jogos pela Seleção Brasileira, com 65 vitórias, 11 empates e 10 derrotas, marcando quatro gols. Disputou quatro Copas do Mundo.

Jogador à frente do seu tempo, Nílton Santos era um lateral-esquerdo que já nos anos 1950/1960 tinha como característica ajudar o ataque, com suas investidas pelo lado do campo. Dessa forma, marcou um gol na estreia do Brasil na Copa do Mundo de 1958, na vitória sobre a Áustria por 3 a 0.

Nílton Santos foi considerado por muitos anos como o melhor lateral-esquerdo da história do futebol mundial. Jogador de estilo clássico, daqueles que dificilmente dava “carrinho” para desarmar um atacante, Nílton se gabava brincando com a frase que “futebol foi feito para jogar com de cabeça em pé, não deitado”.

Foi dessa maneira que Nílton Santos desfilou sua categoria pelos gramados brasileiros e do mundo. Ídolo maior do Botafogo, o seu clube do coração e o único de sua brilhante carreira, Nílton Santos merece todas as homenagens e condolências de todos os brasileiros apaixonados pelo bom futebol.

O presidente José Maria Marin se junta a todos esses brasileiros e envia as condolências a todos os parentes de Nílton Santos.

– Tive o privilégio de ver o Nílton Santos jogar. Um dos maiores do mundo, de todo os tempos, mesmo sendo zagueiro e lateral. Jogava um futebol de elegância e técnica, tinha talento de sobra. O futebol brasileiro está de luto e já decretei a observância de um minuto de silêncio em todas as partidas das competições organizadas pela entidade.

O presidente da CBF decretou o luto e a observância do minuto de silêncio também pela morte dos dois operários no acidente do estádio do Corinthians: Fabio Luiz Pereira, 42 anos, motorista e operador, e Ronaldo Oliveira Santos, 44 anos, montador.

Veja abaixo um poema e uma crônica de Armando Nogueira sobre Nílton Santos:

“Tu, em campo,
parecia tantos,
E, no entanto,
que encanto!
Eras um só;
Nílton Santos.”

“Era um amistoso na cidade do México: Botafogo x River Plate. Garrincha estava estraçalhando o beque Vairo. Nestor Rossi, o maestro da seleção argentina, chamou o lateral do River e aconselhou:

– Quer melhorar teu futebol? Então faz o seguinte: “aquele ali é o Nilton Santos, beque esquerdo como você. Vai lá perto, disfarça e passa a mão na perna dele. só isso. Passa a mão que naqueles pés está o futebol de todos os beques do mundo”.

Pés que jamais deram um bico na bola; reflexos que jamais foram traídos pelos efeitos de uma bola; atleta de equilíbrio assombroso, que jamais caiu no campo, a não ser derrubado.

Nílton Santos, craque extraordinário que encarnou a prefiguração de toda a evolução tática do futebol moderno. Craque que viveu no campo duas faces de uma equipe, porque sendo zagueiro sempre teve alma e audácia de atacante. Nasceu com o talento de fazer gols e acabou glorificado pela arte de evitá-los.”

 

Foto: Divulgação CBF

Fonte: CBF

Leave A Reply

Your email address will not be published.