Economia: FEBRABAN explica como projetar os gastos para 2014

0 0

Aplicativo auxilia a organizar suas contas para ficar SEMPRE no azul

Economia2Conleste Notícias nas Redes Sociais::

::Clique Aqui e Curta o CN no facebook!

::Clique Aqui e Siga o CN no Twitter!

Começo de ano é sempre igual! Surgem as metas pessoais, os sonhos de consumo e um objetivo é comum para a maioria dos brasileiros: passar o ano no azul, sem dívidas e com uma poupança gordinha no fim do ano. Para ajudar os consumidores a utilizar melhor o dinheiro que entra todo mês, a Federação Brasileira de Bancos – FEBRABAN lembra aos consumidores que o seu software gratuito de finanças pessoais JIMBO está disponível para download no site www.meubolsoemdia.com.br, ele ajuda o consumidor a lembrar de todas as despesas fixas, apresenta uma projeção das despesas para os próximos meses e ainda mostra o comportamento financeiro do consumidor, se está endividado ou pode fazer uma poupança. Além do JIMBO, outras ferramentas podem ajudar neste processo, como planilhas e até mesmo cadernetas.

A organização do orçamento nem sempre é fácil, “exige disciplina e acompanhamento constante, mas os benefícios valem a pena. Por exemplo, uma pessoa que começa a poupar já em janeiro 10% do seu salário, terá mais de um salário na poupança no fim do ano. Este é um dinheiro que pode ser destinado para investimentos, educação e até mesmo para o lazer, claro que tudo depende do objetivo de vida da pessoa”, avalia Fábio Moraes, diretor de educação financeira da FEBRABAN.

“O plano de poupança tem que ser uma obrigação e deve entrar no orçamento. Mas se a pessoa tem dificuldade para guardar dinheiro sozinha, poderá optar por um produto financeiro, por exemplo, o consórcio, onde estipula um valor que será necessário para alcançar aquele sonho e paga todo mês uma quantia adequada ao orçamento, o consociado pode ser sorteado ou então oferecer um lance para adquirir o valor da carta de crédito”, diz Mores.

Abaixo confira tabela que projeta como deveria ser a disposição do salário mensal baseado na recomendação do educador financeiro:

Divisão inteligente do orçamento familiar

Exemplo: jovem que ganha R$ 2 mil, trabalha fora e mora sozinho
60% despesas fixas (como moradia, transporte, educação, alimentação, água, luz, gás, telefone, tv a cabo…) R$  1.205,00 R$ 700,00 aluguel; R$ 120 metro/ônibus; R$ 30 água; R$ 25 telefone/créditos; R$ 30 energia; 300 alimentação.
30% dívidas (financiamento imobiliário, financiamento de veículo, gastos com educação, viagens, cartão de crédito, despesas com beleza e lazer em geral) R$     595,00 R$ 400,00 gastos com educação-cursos profissionalizantes / R$ 195 gastos com lazer.
10% reservas (poupança ou investimentos) R$     200,00 Poupança para emergências.
Fonte: FEBRABAN / www.meubolsoemdia.com.br

“A maior parte do orçamento mensal é corroída por despesas de moradia, as despesas fixas, por isso é importante manter o equilíbrio das contas e também uma poupança para emergências”, avalia Moraes.

As tradicionais despesas do começo do ano, como o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), a taxa de licenciamento do veículo, despesas com o material escolar e matrículas, não podem ser esquecidas nesta organização. “Para não ter surpresas no começo do ano, o ideal é já acrescentar essas despesas na sua lista de gastos, tendo como base as despesas do ano anterior, para não se surpreender com os valores”, ressalta Fábio.

Depois de organizar o orçamento, faça uma lista dos projetos para 2014. “Os planos podem ser de médio e longo prazo, como comprar um carro, fazer uma viagem para o exterior, ou entrar na faculdade. O importante é que a pessoa tenha em mente que os projetos estão ligados a situação financeira, por isso é importante um planejamento de poupança, pensar no quanto vale o projeto e por quanto tempo terá que guardar dinheiro para conquistar esse sonho”, diz Moraes.

Estou bem endividado

Se a situação financeira da pessoa já estiver complicada e no vermelho, a primeira orientação é listar todas as contas fixas e atrasadas. “Renegocie as dividas e também avalie a necessidade de trocar uma divida ruim, por uma melhor, por exemplo, se estiver endividado no cartão de crédito, ou no cheque especial, de repente optar por uma linha de financiamento mais adequada, como o crédito consignado, pode ser uma boa opção, pois pagará menos juros”, avalia Moraes. É importante lembrar que o cheque especial é um produto destinado apenas para situações emergenciais e deve ser utilizado por um período bem curto.

“Não adianta só pagar as contas, quem está endividado precisa cortar despesas desnecessárias para equilibrar o orçamento. Neste caso, será preciso cortar os pequenos gastos, como por exemplo, comer fora de casa, tomar o cafezinho na padaria todos os dias. É importante perceber que pequenas despesas podem gerar um grande gasto no fim do mês, assim como as pequenas parcelas”, ressalta Moraes.

10 dicas para uma vida financeira mais saudável

1. Controle o orçamento;

2. Acompanhe diariamente ou semanalmente os gastos;

3. Ao contratar um crédito procure o mais adequado para sua situação;

4. Não use o cheque especial e o cartão de crédito como extensão do salário;

5. Evite pagar o mínimo da fatura do cartão de crédito (rotativo);

6. Reduza os gastos supérfluos;

7. Tenha sempre um projeto de vida que acompanhe uma meta financeira;

8. Tenha uma poupança de emergência (de 3 a 12 salários);

9. Faça um planejamento financeiro pensando na aposentadoria;

10. Equilibre as despesas e esteja sempre com o saldo positivo.

Sobre o Portal Meu Bolso em Dia

Lançado em março de 2010, o portal Meu Bolso em Dia oferece informações didáticas sobre finanças pessoais para que brasileiros possam tomar decisões conscientes, quando relacionadas ao uso do dinheiro, do crédito e de bens financiados. O portal já atingiu a marca de 13 milhões de acessos desde o seu lançamento. Nele, além de dicas sobre como economizar, os internautas podem baixar um software de gestão financeira JIMBO, que controla o orçamento pessoal e ainda planeja as despesas dos próximos meses. Até julho, o JIMBO foi baixado em mais de 120 mil computadores.

O portal também disponibiliza outras ferramentas para facilitar a vida dos internautas, como o simulador dos sonhos, tabelas para controlar os gastos de acordo com o público (estudantes, donas de casa, famílias e aposentados), enquetes e muitas dicas sobre finanças pessoais.

 

FEBRABAN – Federação Brasileira de Bancos

Leave A Reply

Your email address will not be published.