Esportes: MáximusFight agita Rio Bonito com ótimas lutas

0 0
Foram realizadas grandes lutas no Ginásio Bonitão  em Rio Bonito
Foram realizadas grandes lutas no Ginásio Bonitão em Rio Bonito

Conleste Notícias nas Redes Sociais::

Clique Aqui e Curta o CN no facebook!

Clique Aqui e Siga o CN no Twitter!

Evento de artes marciais atraiu grande público

Rio Bonito entrou novamente na rota de um grande evento de artes marciais. Após trazerem edições do Shooto e Wocs no ano passado, Ricardo Abrahão e Uanderson Brito idealizaram o Máximus Fight, realizado no domingo (08/02) e levando grande público ao Ginásio Bonitão, no Rio do Ouro. Foi o primeiro evento do tipo em 2015.

No combate de Muay Tay que abriu a tarde, o riobonitense Rodrigo Souza fez sua estréia na modalidade após conquistar muitos títulos no Taekwondo. Representando a equipe Uanderson Brito Fight Team (UBFT), Rodrigo enfrentou Breno Jeferson, da Blue Strenght Team (BST), na categoria até 66 kg. Após um bom começo, prevaleceu a maior experiência de Breno, que venceu por nocaute, após ótima sequência de golpes.

Na segunda luta se enfrentaram Lucas Brum, da Machado Team, e Rogério Garcia, da Betel Fight, na categoria até 66 kg, com vitória de Lucas por finalização no primeiro round.

No terceiro combate, dois lutadores de Rio Bonito se enfrentaram na categoria até 80 kg: Mateus Teles, representando a UBFT, não deu a menor chance para Robson Lex, atleta de Taekwondo. A luta foi decidida logo no início, com Mateus usando seu jiu jitsu após ótima sequência de golpes em pé e vencendo por imobilização.

Na quarta luta, a mais disputada e única decidida por pontos, enfrentaram-se Rogério Diniz, da Relma Combat e Everton Nascimento, da UBFT, na categoria até 64 kg. No primeiro round, Everton começou melhor, acertando dois golpes e levando para o chão, mas terminou com leve vantagem para Rogério, que mostrou maior domínio. O panorama foi o mesmo no segundo e no terceiro round. Everton fez o possível para manter a luta em pé, onde mostrava clara vantagem, mas seu adversário continuou aplicando o mesmo jogo e venceu por decisão unânime dos juízes.

O quinto combate foi decidido no segundo round, entre Danilo Barbosa, da Relma, e Claiton Crovatto, da Team Pimentel. Os atletas chegaram a ouvir vaias devido a morosidade do primeiro round, que só no final teve alguma ação, com boas trocas de golpes e Claiton mostrando mais efetividade. No segundo, bem mais movimentado, Danilo levou para o chão e houve muito equilíbrio, mas Claiton mostrou mais recursos e venceu por nocaute técnico.

Vaguinho levanta a platéia e faz bonito mesmo sem vencer

Vitor de Souza, da UBFT e Claudio Vieira, da Relma, fizeram uma das mais aguardadas lutas, a sexta do dia. Apesar do equilíbrio e rapidez dos lutadores, mostrando um Jiu Jitsu afiado, o duelo foi decidido ainda no primeiro round, com Claudio encaixando um “mata leão” em Vitor e vencendo por imobilização.

O único combate entre pesos pesados (até 120 kg) foi disputado entre Fernando Batista, da UBFT e Lucas Santos, da Serpente Thai, mas a sétima disputa do torneio durou muito pouco e foi um verdadeiro massacre. Fernando não deu tempo para seu adversário respirar, aplicando golpes duros e levando para o chão rapidamente. Por cima, desferiu violentos socos, ganhando por nocaute com menos de um minuto e incendiando a platéia.

O Maximus Fight ainda recebeu o lutador Alejandro Hoyos, da UBFT, que lutou pela terceira vez em Rio Bonito, desta vez contra Jhonatan Assis, da BST, na categoria até 57 kg. O Zumbi Colombiano, como é conhecido, sofreu com os chutes recebidos na perna esquerda, mas levou a luta até o terceiro round, perdendo por nocaute técnico no final após muita disputa.

Na aguardada última luta, o riobonitense Vagner Meneses, especialista em Taekwondo, fez sua estréia no MMA enfrentando Denison Silva, da BST na categoria até 61 Kg. Vaguinho, como é conhecido, fez bonito e foi ovacionado pela platéia mesmo sendo finalizado ainda no primeiro round. Os lutadores mostraram grande espírito esportivo e Denison pediu aplausos para Vaguinho, reconhecendo a força do riobonitense.

Quem desembolsou vinte reais pode assistir as lutas, com atletas de Rio Bonito, São Gonçalo, Rio de Janeiro e até Rio Grande do Sul, saiu feliz com o evento. Os organizadores também se mostraram satisfeitos com o trabalho realizado. “Tivemos a ousadia de seguir os moldes dos maiores eventos do Brasil. Preparamos uma grande estrutura para oferecer um belo show ao público, além de darmos oportunidade aos atletas locais. Agradeço ao deputado estadual Marcos Abrahão pelo apoio e a todos que fizeram parte desse processo, desde patrocinadores, amigos e membros da nossa equipe”. Afirmou Ricardo Abrahão.

Fonte  e Foto : Victor Hugo Ximenes

Leave A Reply

Your email address will not be published.