Futebol : Botafogo goleia Bonsucesso na reabertura do Engenhão

0 0

bota golea Conleste Notícias nas Redes Sociais::

Clique Aqui e Curta o CN no facebook!

Clique Aqui e Siga o CN no Twitter!

O Botafogo não teve dificuldades para golear por 4 a 0 o Bonsucesso, pelo Campeonato Carioca na reabertura oficial do Engenhão (agora batizado de Nilton Santos), que teve 11.147 pagantes. Apenas a parte inferior do estádio está liberada, mas os presentes vibraram com a vitória fácil e com as homenagens a um dos maiores jogadores da história do clube, que morreu em 2013. “Eu nunca vou chegar aos pés de Nilton Santos, mas devemos sempre lembrar dele”, disse Thiago Carleto, autor do terceiro gol.

Além de dar nome ao estádio, autores dos gols criaram formas de lembrar Nilton Santos em uma partida sem sustos. Com o resultado, o alvinegro chegou a sete pontos, enquanto que o Bonsucesso ainda não pontuou no campeonato.

O jogo – Depois de um início morno, o Botafogo conseguiu abrir o placar na primeira boa chance da partida. Aos 10 minutos, Rodrigo Pimpão (que se tornaria um dos destaques da equipe) encontrou Diego Jardel em um contra-ataque. Ele saiu na frente do gol e tocou à direita do goleiro. A bola bateu na trave, mas voltou para ele mesmo chutar forte e marcar o primeiro.

A partir desse momento, o alvinegro dominou a partida e passou a perder chances para ampliar, como ocorreu aos 18 minutos com Bill. O mesmo atacante não desperdiçou três minutos depois quando Willian Arão cruzou para dentro da área. Embaixo da trave, apenas tocou para fazer o primeiro dele pelo Botafogo.

A fragilidade defensiva do Bonsucesso chamava cada vez mais o time da casa para o ataque. As jogadas mais agudas saiam dos pés de Diego Jardel e de Diego Pimpão. Mas a velocidade da partida diminuiu. O momento de maior emoção ocorreu aos 30 em uma impressionante sequência de defesas do goleiro Jefferson. Os jogadores do Bonsucesso tentaram três vezes de dentro da pequena área. O Botafogo respondeu aos 40. Em uma bola alçada na área, o zagueiro Roger Carvalho cabeceou no travessão. Era o último bom momento da primeira etapa.

Partida dominada

“O Botafogo fez uma boa partida até os 25 minutos. Se a equipe do Bonsucesso não fosse tão limitada poderia ter equilibrado a partida”, comentou Waldir Luiz, da Rádio Nacional. Para afastar qualquer possibilidade de reação, o Botafogo ampliou a partida logo aos três minutos do segundo tempo. Thiago Carleto bateu forte uma falta na entrada da área e a bola entrou no canto. Na comemoração, mostrou a camisa 6 para a torcida para homenagear Nilton Santos.

Bem à vontade na partida, o alvinegro perdia chances seguidas. Aos 11, Rodrigo Pimpão chutou forte para fora. O atacante perdeu de novo no minuto seguinte, quando encobriu o goleiro, mas a bola foi na trave. Com a facilidade do fogo, o Botafogo foi ainda mais para cima com a entrada do meia Fernandes no lugar de Willian Arão. Logo depois de entrar em campo, recebeu passe dentro da área. Chutou duas vezes para fazer o quarto e dar placar final ao jogo.

Botafogo – Jefferson, Gilberto, Roger Carvalho, Renan Fonseca e Thiago Carleto, Marcelo Mattos, Willian Arão, Diego Jardel e Tomas, Rodrigo Pimpão e Bill.  Técnico: René Simões

Bonsucesso – Preto, Thiago Ryan, Jadson, Renan e Cristiano, Marquinhos, Júnior, Fernando e  Matheus Salgado, Lucas Fernandes e Miguel. Técnico: Caio Couto

 

Fonte : Portal EBC – www.ebc.com.br

Foto : Site Oficial do Clube – www.botafogo.com.br

Leave A Reply

Your email address will not be published.