Celebração de Corpus Christi reúne mais de 10 mil pessoas em Itaboraí

0 1

Clique Aqui e Curta o CN no facebook!

Clique Aqui e Siga o CN no Twitter!

Mais de 10 mil pessoas estiveram reunidas na celebração de Corpus Christi nesta quinta-feira, em Itaboraí. As cinco paróquias da cidade fizeram, pela segunda vez consecutiva, um só evento. O ponto alto da festa foi a presença, pela primeira vez, de Dom Frei Alano Maria Pena, atual arcebispo emérito da Arquidiocese de Niterói, que celebrou a Santa missa e esteve no carro que passou em procissão por cima dos 105 tapetes de sal grosso confeccionados durante toda a manhã, na Avenida 22 de Maio, por cerca de mil fiéis.

“Esta data é muito importante, porque relembra o centro da nossa vida cristã, que é a Eucaristia. A confecção dos tapetes é uma bela comunhão dos fiéis”, afirmou Dom Alano.

O evento foi organizado por uma comissão de dois representantes de cada paróquia.

“Antigamente, cada paróquia fazia sua festa. Ano passado, a chuva atrapalhou um pouco, mas os fiéis aprovaram a mudança. Esta união serve para estreitar os laços das paróquias que, apesar de serem ligadas a uma só Igreja, nem sempre estão juntas para orar e festejar”, diz o padre Ronald Batista, da Paróquia São Pedro Apostolo de Venda das Pedras.

“Um evento religioso como esse é muito importante, pois acaba contagiando aquela pessoa que não tem religião a seguir uma. Com as cinco paróquias juntas, o evento ficou grandioso. O ser humano só sobreviveu por causa da união. A unidade gera vida”, diz o padre Cosme Neves, da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, de Manilha.

“Percebo uma grande dedicação de nossa comunidade católica, com cada paróquia trazendo sua contribuição”, revela o padre Carlos Alberto Mesquita, da Paróquia de Venda das Pedras, que fez questão de saudar a participação e apoio do prefeito Helil Cardozo na organização da festa.

“Helil tem feito um governo de diálogo e cooperação com todas as religiões. Ele é um prefeito que olha para todos: católicos, evangélicos e também para aqueles que não expressam uma religião cristã. É importante que seja assim”, revela o padre Carlos Alberto Mesquita, da Paróquia de Venda das Pedras.

Helil Cardozo esteve presente durante todo o evento. Eles afirmou ser o prefeito dos evangélicos, dos católicos, dos espíritas, ou seja, de todas as crenças.

“Fui eleito para governar para toda a população de Itaboraí. Sou evangélico, mas Deus é um só. Vejo aqui, neste evento católico, uma demonstração de fé muito grande. Tenho orgulho desta reunião das cinco paróquias de nossa cidade ter começado em minha gestão. Este ano já está sendo melhor que o ano passado, e tenho certeza que a cada ano ficará mais grandioso. E que São Gonçalo se cuide, porque, daqui a pouco, vamos passá-los em número de tapetes”, afirma o prefeito, fazendo uma brincadeira com o município vizinho, conhecido por confeccionar o maior tapete de sal da AMérica Latina.

A confeiteira Letícia da Silva Manoel, de 34 anos, seu marido, Leonan Lima Araújo, de 31 anos, e seu filho, Renan Lima Araújo, de 8 anos, foram “uniformizados” com uma camisa com uma imagem bíblica.

“Fiquei maravilhada com a beleza e a quantidade de tapetes. Acho que em dois anos passamos São Gonçalo”, acredita a fiel, que veio de Itambi com o marido e filho para a festa.

“Sou católica fervorosa. Meu falecido marido se chamava João Batista, e meu filho também. Fico muito feliz em ver esta imensa quantidade de fiés reunidos”, revela a aposentada Ercilia Marins, de 76 anos.

Tapetes

Com o tema “Eucaristia: fonte da vida, ápice da nossa fé”, os fiéis mostraram sua fé e devoção nos desenhos com símbolos cristãos como terços, cálice, cruz, imagens de santos e santuário. Cada tapete teve cinco metros de comprimento por três de largura, com 50 centímetros de espaçamento entre eles. Ao todo, os tapetes enfileirados mediram 577,5 metros.

A dona de casa Silvana dos Santos, de 24 anos, da Paróquia de São João Batista, chegou às 7h15 na Avenida 22 de Maio com um grupo de oito pessoas.

“Foram quatro semanas de preparação. Este é um momento muito especial para nós, e toda a comunidade se envolve. Estamos muito felizes com o resultado”, conta a fiel.

A confecção dos tapetes é uma tradição muito importante, e fico feliz em vê-la preservada”, disse a professora aposentada, Rilma Rodrigues, de 84 anos, que foi ministra da eucaristia em Itaboraí.

Organização

O evento foi organizado pelas cinco paróquias da cidade: São João Batista, São Pedro Apóstolo, Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora de Fátima e São Francisco de Assis. Cada uma ficou responsável pela confecção de 21 tapetes.

A Prefeitura de Itaboraí disponibilizou 12 ônibus para buscar os membros das comunidades mais distantes. Uma ambulância da Secretaria Municipal de Saúde também estou à disposição da população, assim como, 54 agentes de trânsito, 24 guardas municipais e 15 garis. Policiais militares do 35º (BPM) também esteve nas ruas cuidando da segurança do evento.

Fonte e Créditos: Ascom Itaboraí -PMI

 

Leave A Reply

Your email address will not be published.