Itaboraí: Prefeito pede a ministro e ANTT retirada de barreira na Niterói-Manilha

0 0

Conleste Notícias nas Redes Sociais::

::Clique Aqui e Curta o CN no facebook!

::Clique Aqui e Siga o CN no Twitter

Após várias reuniões com a Autopista Fluminense, prefeito de Itaboraí recorre ao ministro dos Transportes e à Agência Nacional de Transportes Terrestres para retirada da estrutura que atrapalha circulação de moradores e comerciantes da região de Manilha 

Após encontro em Brasília no último dia 2 com o ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, o prefeito de Itaboraí, Helil Cardozo, se reuniu nesta segunda-feira (15), no Centro do Rio, com o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Bastos. Na pauta, a retirada da barreira metálica da pista sentido Norte da rodovia Niterói-Manilha (BR-101).

Instalada há cerca de dois meses pela Autopista Fluminense, concessionária que administra a via, para evitar engarrafamentos na pista, a barreira tem causado grandes transtornos aos moradores do distrito de Manilha, em Itaboraí, além de prejuízos a comerciantes e empresários do local.

Durante o encontro desta segunda, marcado a partir da reunião com o ministro, Helil explicou que a barreira impede o acesso dos motoristas que saem de São Gonçalo pela RJ-124 à BR-101.  Com isso, quem segue para a rodovia agora é obrigado a passar pelo Centro do distrito de Manilha, em Itaboraí. “A autopista se livrou do problema dela e arrumou um transtorno para o município. As vias do bairro não suportam esse tráfego”, disse Helil, informando ao diretor que já esteve com a concessionária duas vezes e que a empresa só concordou em retirar a estrutura da pista sentido Sul.

Bastos pediu que uma comissão formada por engenheiros e técnicos da Prefeitura, ANTT, Autopista Fluminense e PRF se reúna na próxima sexta-feira (19) para discutir novamente a questão e chegar a um consenso. A proposta definida neste encontro será, então, apresentada à Agência.

“Continuamos na luta para que a barreira instalada na direção Norte seja retirada, assim como já aconteceu no lado Sul. A barreira foi instalada sem que houvesse consenso entre os envolvidos, sequer foi feito um estudo prévio para prever os impactos no trânsito da cidade”, afirmou o prefeito.

O encontro desta segunda-feira, conduzido por Jorge Bastos, também contou com a presença do superintendente da Autopista Fluminense, Odílio Ferreira; do inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Leandro Guimarães, do presidente da Junta de Recursos e Infrações de Itaboraí, Enéas Pereira, dos deputados federais Zé Augusto Nailin (PMDB-RJ) e Altineu Cortes (PR-RJ),   e representantes de empresários e da população.

 

Fonte: Ascom Itaboraí

Leave A Reply

Your email address will not be published.