segunda-feira, junho 26, 2017
Home > Geral > Colunistas > Mais Esportes > Árbitro Marcelo de Lima Henrique está de volta ao quadro da FERJ

Árbitro Marcelo de Lima Henrique está de volta ao quadro da FERJ

Conleste Notícias nas Redes Sociais::

::Clique Aqui e Curta o CN no facebook!

::Clique Aqui e Siga o CN no Twitter

Depois de ficar pouco mais de dois anos na Federação Pernambucana, o árbitro Marcelo de Lima Henrique retorna ao quadro da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) onde volta a atuar nos jogos do Campeonato Carioca e já deve estrear nesse próximo final de semana pela terceira rodada da Taça Guanabara.

Marcelo de Lima Henrique de 45 anos, morador da cidade de Itaboraí, se formou a árbitro em 1995 na FERJ onde veio apitar pelo Carioca em 2003. De 2008 a 2014 foi integrante da FIFA, e no final de 2014 ele resolveu atuar pela Federação Pernambucana (FPF) por dois anos, em troca de uma boa vantagem financeira.

No fim do ano passado ele deveria ter se aposentado, já que em agosto, completou 45 anos, idade limite para a aposentadoria. Porém, recentemente a Fifa aumentou para 50 anos a vida útil da arbitragem.

– Estou muito feliz de voltar para minha casa, Federação de formação, onde fiz toda minha carreira, tenho grandes amigos e voltar para um dos maiores campeonatos do futebol brasileiro é sempre prazeroso, ainda mais o deste ano, recheado de investimento e de grandes craques.

– Certamente questões familiares e pessoais. As viagens eram bastante desgastantes, muito tempo longe de casa. Também tive um filho que estudava no exterior e agora retornou ao Rio de Janeiro. Então a partir disso, nós conversamos em família e vimos que a minha volta seria boa para todo mundo. Por isso, o pedido pelo retorno partiu de mim – disse o árbitro, que completou.

– O futebol pernambucano é muito pegado, muito para o lado físico. Então apesar da idade, agregou mais capacidade física e mental para analisar o futebol como tudo. Analisar o futebol carioca de fora, deu pra ter uma noção exata da grandeza que ele tem, o que aumenta ainda mais a responsabilidade. O que, na verdade, aumenta minha expectativa para sempre fazer um trabalho melhor – garantiu o árbitro.

Texto: Weliton Labarra

Foto: Arquivo



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *