quinta-feira, junho 29, 2017
Home > Geral > São Gonçalo: Proposta prevê a gratuidade de exames da próstata é aprovado na Câmara

São Gonçalo: Proposta prevê a gratuidade de exames da próstata é aprovado na Câmara

Para garantir que os cidadãos tenham acesso a medidas que previnem o câncer de próstata. É o que garante projeto de lei n° 606/2017 do vereador e vice-presidente do diretório estadual do PMN, Maciel, aprovado por unanimidade na Casa Legislativa. Além de ações de saúde para assegurar a detecção precoce do aumento dos níveis de PSA (Antígeno Prostático Específico) em pacientes de São Gonçalo.

O exame de sangue pode ser utilizado para medir o PSA que, se estiver elevado, pode estar relacionado ao câncer de próstata. De acordo com a medida, as unidades básicas de saúde vinculadas ao SUS devem disponibilizar a realização do exame PSA para todos os homens a partir dos 40 anos.

Foto: Divulgação

O vereador Maciel esclarece que o exame é bastante simples, realizado através da coleta de sangue do paciente, que não precisa estar em jejum. A obrigatoriedade desse exame deverá auxiliar no combate ao câncer de próstata visto que a dosagem do PSA, um marcador de doença prostática, permite um diagnóstico precoce do tumor e consequente aumento das possibilidades de cura.

“Nos casos de câncer de próstata, a dosagem do PSA serve também para acompanhar a evolução da doença em pacientes sob tratamento e para avaliar sua extensão. Sabendo do alto custo para o tratamento das doenças prostáticas, fica evidente a importância do exame PSA e a necessidade de amparos legais por parte do Poder Público. Em razão das altas taxas de incidência, prevalência e morbimortalidade desse tumor, ele constitui-se em um dos mais sérios problemas de saúde pública em nosso país”, afirmou o parlamentar.

Na justificativa da indicação, dados do Sistema Único de Saúde (SUS) apontam que enquanto 17 milhões de mulheres procuram anualmente o ginecologista, apenas 2,7 milhões de homens fazem visitas anuais ao urologista. O exame de PSA é considerado pela classe médica como a forma mais eficaz para detecção de câncer de próstata, um dos mais letais para o público masculino. Como a doença não tem prevenção, o diagnóstico precoce é primordial.

Texto: Rodrigo da Matta



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *